Operação prende executores de facção que torturavam vítimas na Região Metropolitana.

Operação prende executores de facção que torturavam vítimas na Região Metropolitana.

Estão sendo cumpridos oito mandados de prisão e nove de busca e apreensão.

 

 

A Polícia Civil realiza operação, nesta terça-feira (23), para cumprir oito mandados de prisão e nove de busca e apreensão na região metropolitana de Porto Alegre. Na ofensiva, são investigados suspeitos de serem executores de uma facção criminosa que torturavam as vítimas antes dos assassinatos.
A chamada Operação Ultimato conta com a participação de 70 policias. Até as 8h30min, 10 pessoas haviam sido presas — sendo três nesta manhã e sete durante a apuração.


Após quatro meses de investigação, o delegado Thiago Carrijo, responsável pelo caso, apura pelo menos cinco homicídiosatribuídos ao grupo, desde o mês de abril, em Canoas e em Nova Santa Rita. A primeira morte ocorreu no bairro Guajuviras, em Canoas, e uma das vítimas ainda não teve o corpo encontrado.

— Com a operação e a consequente investigação, não descartamos que tenham ocorrido mais crimes — diz Carrijo.
Segundo o delegado, em todos os crimes investigados foram confirmadas tortura e crueldade contra as vítimas. Os motivos foram disputa de território por traficantes de grupos rivais ou desafetos dentro da própria organização.

Mais detalhes sobre a ofensiva serão divulgados ao longo do dia.

Fonte:Gaúchazh.

Com reportagem de Cid Martins.

Posts Carousel

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Últimas Noticias

Top Authors

Comentados

Outros Videos