Operação do Exército destrói cerca de 10 toneladas de armamento apreendido no Rio Grande do Sul.

Operação do Exército destrói cerca de 10 toneladas de armamento apreendido no Rio Grande do Sul.

Desde 2003, após Estatuto do Desarmamento, já foram destruídas aproximadamente 250 mil armas de diferentes tamanhos e calibres no estado.

 

 

Uma operação realizada pelo Exército no Rio Grande do Sul destruiu cerca de 10 toneladas de armamento apreendido por órgãos de segurança no estado nos últimos anos. Foram aproximadamente 10,7 mil armas de fogo, entre longas, curtas, réplicas e simulacros, e 5,4 mil armas brancas, como facas. O material foi incinerado na cidade de Charqueadas, a 60 km de Porto Alegre.
A carga saiu do batalhão em que estava armazenada, em Nova Santa Rita, com escolta da Polícia Rodoviária Federal e também do Exército. Ainda foram incineradas cerca de 100 mil munições.

“Todas as armas já chegaram inutilizadas. Elas passaram por um processo de pré destruição, que aconteceu logo que foram entregues para o Exército. Hoje, o trabalho é incinerar o que sobrou”, explica o general de brigada do Comando Militar do Sul, Carlos André de Alcântara Leite.
Todo o aço derretido vai ser reaproveitado. As armas destruídas não tinham utilidade para a polícia.


A destruição foi feita pelo Comando da 3ª Região Militar, por intermédio do 3° Batalhão de Suprimento (3º B Sup), única organização militar no estado que faz esse tipo de trabalho.
Desde 2003, com a criação do Estatuto do Desarmamento, já foram destruídas aproximadamente 250 mil armas de diferentes tamanhos e calibres no Rio Grande do Sul.

 

 

Fonte:G1 RS.

Posts Carousel

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Últimas Noticias

Top Authors

Comentados

Outros Videos