Mulher que relatou afogamento de empresário em Caçapava do Sul é presa por suspeita da morte.

Mulher que relatou afogamento de empresário em Caçapava do Sul é presa por suspeita da morte.

Mulher havia comunicado à polícia que o homem havia se afogado em um arroio. Após 10 meses de investigação, no entanto, exames mostraram que ele foi vítima de homicídio, e ela é a principal suspeita.

 

 

Após 10 meses de investigação, a Polícia Civil de Caçapava do Sul, no Região Central do Rio Grande do Sul, concluiu que um empresário, encontrado morto em um arroio, foi vítima de homicídio, e apontou a companheira dele como principal suspeita do caso. A mulher, de 51 anos, foi indiciada, e presa nesta segunda-feira (22).
O corpo do homem, de 66 anos, foi encontrado em 2 de setembro do ano passado, no arroio próximo a uma propriedade rural em Rincão de Lourdes, no interior de Caçapava do Sul.
Na época, a companheira comunicou à polícia que ele tinha caído dentro do riacho. O corpo foi localizado pelos bombeiros após sete horas de buscas.
Investigações e perícias apontaram que, na verdade, o empresário sofreu pancadas na cabeça antes de cair no arroio. Vestígios de sangue foram encontrados no colchão da vítima. E a causa da morte não foi o afogamento, mas os golpes que ele sofreu.
A polícia pediu a prisão preventiva com base nas investigações. Ela responderá por homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

 

Fonte:G1 RS.

Posts Carousel

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Últimas Noticias

Top Authors

Comentados

Outros Videos