Facebook deve adicionar o próprio nome aos aplicativos WhatsApp e Instagram. Saiba mais…

Facebook deve adicionar o próprio nome aos aplicativos WhatsApp e Instagram. Saiba mais…

Decisão será para alavancar a imagem da rede social primogênita de Mark Zuckerberg.

 

 

 

Pessoas ligadas ao Facebook afirmaram que a gigante das redes sociais pretende deixar mais explícito seu controle sobre o Instagram WhatsApp. A companhia pretende adicionar seu nome em ambos os aplicativos, segundo relato de fontes anônimas ao site de notícias norte-americano The Information.

Credita-se essa mudança no layout das aplicações a um desejo de Mark Zuckerberg: fazer o crescimento da rede de compartilhamento de fotos e de mensagens instantâneas ser dividido com a empresa-mãe.

Conforme o website, Bertie Thomson, porta-voz do Facebook, confirmou a mudança de marca para Instagram e WhatsApp. Em comunicado ao The Information, ela disse que a gigante deseja “ser mais clara sobre os produtos e serviços que fazem parte do Facebook”.

Com a alteração, a  marca Facebook ficará visível dentro dos aplicativos. A expectativa é de que os usuários a vejam isso quando fizerem login, por exemplo. O primeiro sinal desta proposta de unificação foi percebida ano passado, quando os co-fundadores do WhatsApp e do Instagram saíram da companhia, e Zuckerberg substituiu-os por executivos antigos do Facebook.

Além deste movimento, o site informou que os funcionários responsáveis ​​pelo recurso de mensagens do Instagram, agora, se reportam à equipe do aplicativo Messenger do Facebook. Ainda segundo o The Information, Thomson se recusou a comentar essa mudança.

Investigações nos EUA em andamento

 

Recentemente, o Facebook confirmou que está sob investigação antitruste da Comissão Federal de Comércio dos EUA. Relatórios do The Wall Street Journal e da Bloomberg, site especializado em tecnologiaapontaram que o foco das investigações são as aquisições da rede social.

O objetivo é entender se estas compras sufocam ou não a concorrência no setor de marketing online. O Departamento de Justiça americano também relatou que está iniciando uma ampla investigação antitruste de grandes empresas de tecnologia.

Vale lembra que o Facebook adquiriu o Instagram por US$ 1 bilhão, em 2012,  e que abocanhou o WhatsApp por US$ 22 bilhões dois anos depois. Ambos os aplicativos têm mais de 1 bilhão de usuários e especula-se que o Instagram valha mais de US$ 100 bilhões se fosse uma empresa autônoma.

 

 

 

Fonte:Gaúchazh.

Posts Carousel

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Últimas Noticias

Top Authors

Comentados

Outros Videos