TikTok versão chinesa limita que as crianças usem o app 40 minutos por dia

TikTok versão chinesa limita que as crianças usem o app 40 minutos por dia

A China é um país que realmente leva a sério o tempo em que seus jovens ficam em dispositivos móveis ou até mesmo nos computadores. Depois de restringir ainda mais o tempo em que eles podem curtir jogos online por lá, o país agora está procurando restringir o uso de smartphone em redes sociais usando o Douyin, uma versão chinesa do TikTok.

Limitando o uso do Douyin, versão chinesa do TikTok

TikTok

O aplicativo tem as mesmas funções do TikTok e por isso é bastante popular na China, unindo vídeos diferenciados de usuários. Porém, a novidade é que o Douyin anunciou a chegada do modo para adolescentes, que, quando ativado, limita o tempo que jovens menores de 14 anos usam o app.

Esse tempo fica estipulado para 40 minutos por dia, e além disso, faz com que o aplicativo não funcione entre as 22h e 6h da manhã em uma tentativa de evitar que os jovens utilizem o smartphone quando deveriam estar dormindo.

A principal intenção dessa restrição é impedir que os jovens chineses fiquem viciados nos aplicativos e nas redes sociais, aprendendo a usá-las com moderação, de acordo com a ByteDance que é dona tanto do TikTok quanto do Douyin.

TikTok

Para que o modo para adolescentes seja ativado, é preciso que os pais cadastrem os seus filhos menores de 14 anos com os seus nomes reais, e então isso é feito de modo automático. Também existe a opção dos pais ativarem o modo para adolescentes de forma manual no próprio aparelho dos jovens.

Além da restrição, a ByteDance afirma que tem planos para que o conteúdo do aplicativo também possa ser mais inspirador. Por isso, eles vão investir nessa ideia para trazer vídeos como experimentos científicos e até mesmo exibições de arte em galerias em museus.

Governo chinês de olho nos jovens

TikTok

Essa limitação chega ao país porque as autoridades chinesas estão cada vez mais empenhadas em impedir que seus jovens se viciem em tecnologia, seja no uso de smartphones ou computadores para atividades de lazer. Há um tempo eles vêm realizando investidas de regulamentações em parceria com grandes empresas no país.

Em agosto, o governo chinês começou a limitar o tempo que jovens com menos de 18 anos podem passar em jogos online para apenas 3 horas por semana. É uma forma de impedir a dependência e o vício que esses jogos trazem.

Já em junho, Pequim teve a Lei de Proteção a Menores revisada para exigir que os provedores de conteúdo digital pudessem oferecer recursos e ferramentas que possam gerenciar o tempo de uso e restringir algumas funcionalidades como compras para jovens menores de 18 anos.

 

Fonte Hardware

Posts Carousel

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Últimas Noticias

Top Authors

Comentados

Outros Videos