Motos lideraram ranking de excesso de velocidade em Porto Alegre no primeiro semestre.

Motos lideraram ranking de excesso de velocidade em Porto Alegre no primeiro semestre.

EPTC salienta que, a cada dez dias, morre um motociclista no trânsito da cidade.

Entre os cinco registros de maior excesso de velocidade flagrados pelo Radar Móvel de janeiro a junho de 2019, quatro envolveram motos, revelou hoje a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Ao todo, ocorreram 833 autuações devido à velocidade acima de 80 km/h, 334 com motos, conforme o órgão.

Veja o ranking:

1º – moto – 130 km/h, na tarde de 25/5 (sábado), rua Souza Reis, nº 365;

2º – moto – 129 km/h, na manhã de 13/4 (sábado), na rua Pereira Franco, nº 366;

3º – moto – 129 km/h, na manhã de 24/4 (quarta-feira), na av. Aparício Borges, nº 2.310;

4º – carro – 126 km/h, na tarde de 20/6 (quinta-feira), na av. Ipiranga, nº 8.859;

5º – moto – 125 km/h, na tarde de 5/2 (terça-feira), na av. Assis Brasil, nº 6.215.
Nessas vias, a velocidade máxima permitida é de 60 km/h.

Nesse período, as motos se envolveram em 1.356 acidentes, com 1.307 feridos e 17 mortes, incluindo caronas e condutores. Das 18 vítimas fatais por atropelamento, seis foram vítimas de motos, de acordo com o balanço.
A EPTC salienta que, a cada dez dias, morre um motociclista no trânsito em Porto Alegre. Das 40 vítimas fatais do primeiro semestre de 2019, três a menos que no mesmo período de 2018, 85% estão relacionadas a motos e atropelamentos de pedestres.
O diretor de Operações da EPTC, Paulo Roberto Ramires, confirmou um reforço das blitze, para o segundo semestre, com foco principal na necessidade e obrigatoriedade no uso adequado dos equipamentos de segurança, além das ações do Radar Móvel, para coibir o excesso de velocidade.

 

Fonte:Rádio Guaíba.

Posts Carousel

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Últimas Noticias

Top Authors

Comentados

Outros Videos