FAKE: Homem que matou cachorrinha não se mudou para Canoas

FAKE: Homem que matou cachorrinha não se mudou para Canoas

Na última terça-feira (13) circulam ems redes sociais mensagens dizendo que o homem que matou uma cachorrinha na segunda (12), em Sapucaia do Sul, teria se mudado para Canoas. Mas, a informação é FAKE, e moradores do bairro Estância Velha, estão apavorados conforme relata um morador.

Daqui a pouco vão vandalizar, botar fogo, em algo de alguém que nem está no local”, comentou um morador que, por segurança, pediu para não ser identificado.

O homem, que foi preso em flagrante, acabou sendo solto pela justiça. Para garantir o direito de responder em liberdade, ele deverá ter endereço fixo. Mas, não é em Canoas.

Em entrevista o delegado Mário Souza, diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM) informou que os autores dessas publicações que dão o endereço e os dados pessoais do preso podem responder por isso. “Quem está expondo sem autorização legal, esses dados, vai responder criminalmente por isso. Te dou como exemplo se fosse o caso de um, policial civil, estar fazendo isso. Ia responder por abuso de autoridade.”

Entenda o caso

O crime ocorreu em um minimercado na Avenida Juventino Machado, loteamento Nascer do Sol, bairro Boa Vista.

Segundo a Brigada Militar (BM), os dois entraram no mercadinho e começaram as suas compras, quando de repente ouviram alguns estouros e a cachorrinha começou a gritar. Ambos foram pra rua ver o que tinha acontecido e encontraram a cachorrinha sangrando e o dono do local estava próximo segurando uma arma de fogo.

Os irmãos pegaram o cachorro e foram pra casa onde contaram para a mãe o ocorrido. Ao chegar em casa, a dupla percebeu que a cachorrinha estava morta. De acordo com a polícia, a mãe dos jovens ligou para a Brigada Militar que foi até a casa da família. Os policiais foram até o mercadinho e prenderam em flagrante o dono do local, que ainda estava com a arma dentro do estabelecimento. Porém, em averiguação, foi constatado que era uma arma de chumbinho.

Conforme a BM, quando foi preso, o comerciante falou para os policiais que ele ao tinha a intenção de matar a cachorrinha. Ele queria apenas assustar o animal para que saísse da frente de seu estabelecimento.

“Esse pessoal pode ter alguma responsabilização penal por divulgar esse endereço. Quem está expondo sem autorização legal esses dados vai responder criminalmente por isso.” “esses atos poderão ter alguma responsabilidade criminal.”

Fonte GBC

Posts Carousel

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Últimas Noticias

Top Authors

Comentados

Outros Videos